Bitfy
Criptomoedas

TerraUSD - UST

Começamos nosso TOP 5 semanal de criptomoedas com a triste informação de que o mercado está derretido como um todo, especialistas dizem que pode estar chegando o Inverno Cripto, outros dizem que pode ser uma tempestade, porém, o fato é de que o cenário deste começo de ano não está nada animador.

 

Mas temos moeda valorizando sim, pouco, mas valorizando. E podemos observar que entre as maiores valorizações desta semana estão os ativos lastreados em moedas correntes oficiais de nações, como dólar, euro, real… As famosas stablecoins.

 

E como não poderíamos começar com outra categoria de moeda, nosso primeiro lugar do ranking semanal, com uma alta singela de 0,34% nesta última semana, temos a stablecoin TerraUSD.

 

A UST é uma moeda descentralizada e algorítmica da Blockchain Terra, o ativo atrelado ao valor dólar americano, possui boa escalabilidade e podendo prover liquidez através de rendimento.

 

A criptomoeda foi criada para ser uma solução DeFi para resolver os problemas de escala enfrentados por outras stablecoins, assim como agregar valor à comunidade Terra, podendo ser facilmente adicionado a carteiras de criptos como método de pagamento.

 

A moeda lançada em 2020 em colaboração com a Bittrex Global de escalabilidade aprimorada com grande potencial de renda passiva, também pode ser trocada facilmente com outras stablecoins da rede Terra, como por exemplo TerraKRW (moeda atrelada ao won coreano).

Binance USD - BUSD

Na segunda posição do nosso TOP 5 semanal, temos a Binance USD, outra stablecoin, que nesses últimos sete dias vem tendo uma valorização de cerca de 0,17%.

 

A moeda BUSD é um ativo lastreado ao dólar americano, e é emitida pela parceria da Binance com a Paxos, ambas instituições financeiras especializadas na tecnologia Blockchain.

 

A stablecoin de terceiro maior valor do mercado, ficando atrás apenas de Tether e USDC está regulamentada pelo NYDFS, e tem como ideia fundir a estabilidade do dólar americano com a tecnologia Blockchain.

 

Através da estabilidade nos preços, a moeda desempenha um papel fundamental em transações financeiras, pagamentos e liquidez, se tornando uma criptomoeda importante no cenário DeFi.

USD Coin - USDC

Em terceiro lugar, provando que a economia americana vem segurando as stablecoins atreladas a sua moeda no topo do nosso ranking semanal, está a USD Coin.

 

A USDC tem como característica ter cada unidade de seus ativos em circulação, respaldado por US$1 que é mantido em reserva, em uma mistura de dinheiro e títulos do Tesouro dos EUA de curto prazo.

 

A moeda foi projetada para um mundo onde as transações sem dinheiro estão se tornando mais comuns, fornecendo um refúgio seguro para os traders de criptomoedas em tempos de volatilidade.

 

O ativo de características de valorizações estáveis e que funciona para pagamentos diários, comércio e transações ponto a ponto, nesta última semana valorizou o equivalente a 0,06%.

Theter - USDT

Em penúltimo lugar temos a Tether – USDT, que está valorizando exatamente a metade da terceira colocada, a USD Coin, o total de 0,03% em valor de capitalização de mercado de criptomoedas.

 

O ativo também é uma stablecoin atrelada ao USD, e possui como objetivo combinar a natureza irrestrita das criptomoedas com o valor estável do dólar americano.

 

A criptomoeda foi originalmente lançada com o nome de Realcoin em julho de 2014, depois foi renomeada para USTether, e posteriormente a sua designação atual, USDT.

 

Tether é um token de segunda camada construído sobre o Blockchain do Bitcoin, mas funciona em outras redes sem perder a qualidade de serviço, como a da algorand, Ethereum, OMG e Tron.

Bitcoin - BTC

E encerrando nosso TOP 5 semanal, a moeda mais valorizada do ranking mundial de capitalização do mercado cripto, Bitcoin, a criptomoeda de Satoshi.

 

Muitos especialistas se mostram negativos quanto a cenários futuros, porém, como o ativo é considerado uma reserva de valor, outras autoridades no assunto pensam que esta é a hora de comprá-la.

 

Nesses últimos sete dias a situação do BTC não vem nada bem, com uma desvalorização de 9,71%,  obtendo uma cotação abaixo de 40K.

Compartilhe este artigo em suas redes sociais

Mostre o que está lendo para seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn

Leia também...

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro do mundo cripto

Sua presença está confirmada!

Você preencheu corretamente o formulário, nos vemos dia 29/09 no Cocktail de Lançamento do BAAS – Blockchain as a Service.