Bitfy
Terra - LUNA

O que aconteceu com a Terra?

O protocolo Terra é a principal blockchain pública DeFi de código aberto de stablecoins algorítmicas, que utiliza uma combinação de incentivos de arbitrariedade de mercado aberto e votações. 

 

O protocolo Terra cria stablecoins que rastreiam o preço de moedas fiduciárias ao redor do mundo, e consiste em dois tokens principais, Terra e Luna. 

 

O primeiro, são as stablecoins que rastreiam o preço das moedas fiduciárias, e são obtidos através de queima de Luna. 

 

Em contrapartida, o token de staking nativo do protocolo Terra, Luna, é usado para governança e mineração. 

 

E o protocolo não vem tendo uma vida fácil neste começo de mês, Luna está beirando seus 95% de desvalorização no mercado de capitalização de criptomoedas, o que mostra ser um cenário apocalíptico aos seus investidores.

 

Isso ocorre quando uma das stablecoins da Terra, TerraUSD, caiu para o nível de US$ 0,50, representando uma queda substancial em relação ao seu peg nas últimas 24 horas, em meio a uma ampla liquidação do ativo.

 

O declínio rápido é bastante comum no mundo das criptomoedas, porém, por se tratar de uma stablecoin pareada ao dólar americano, é que é considerado incomum, ainda mais por se tratar de um ativo que não sofre muito com volatilidade e que deveria sempre ser avaliada no mesmo preço de um dólar americano.

 

Se fosse apenas um pequeno projeto, não haveria grandes problemas, mas o TerraUSD, que tem uma capitalização de mercado de aproximadamente US$ 16 BI, e é um dos maiores projetos de stablecoins do universo DeFi, que mora o problema.

 

Esse rápido declínio, seguindo a queda geral que apresentou movimentos semelhantes no mercado de ações dos EUA na semana passada, depois que o Federal Reserve sinalizou suas intenções de aumentar as taxas de juros e encolher os balanços patrimoniais acentuadamente para conter o aumento da inflação, tirou o LUNA da lista dos 10 principais tokens de capitalização de mercado.

 

E ainda tem mais, os desenvolvedores da Terra Network ainda anunciaram no dia 09/05, a compra de US$ 3,5 BI em Bitcoin para utilizar como uma reserva para emergências do protocolo com a intenção de tornar o projeto ainda mais descentralizado e menos correlacionado com o dólar.

 

O anúncio foi feito perto das 9h00, quando o BTC ainda valia cerca de US$ 36 K, porém, a maior criptomoeda do mundo recuou para os US$ 31 K, perdendo cerca de 13% de seu valor.

 

Ainda que o desenvolvedor do ecossistema Terra, Do Kwon, tenha avisado ao mercado que os Bitcoins seriam usados apenas como reserva de emergência, a informação não correu como o esperado e piorou vertiginosamente a confiança dos seus investidores.

 

E a situação agrava ainda mais, posteriormente com a saída dos investidores da TerraUSD, a LFG – Luna Foundation Guard, empresa responsável pelo ecossistema da criptomoeda, a fundação precisou vender mais de 42 k de Bitcoins, gerando pressão sobre BTC, que segue no vermelho desde então, e por esse fato, pode cair ainda mais.

Compartilhe este artigo em suas redes sociais

Mostre o que está lendo para seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn

Leia também...

Inscreva-se em nossa Newsletter

Fique por dentro do mundo cripto

Sua presença está confirmada!

Você preencheu corretamente o formulário, nos vemos dia 29/09 no Cocktail de Lançamento do BAAS – Blockchain as a Service.